Cronista da vida, das coisas e do mundo. Lifestyle, um pouco de tudo.

Beleza

Dicas para evitar a pele seca no inverno

Temperatura já está baixíssima aqui na Europa e abaixo seguem algumas dicas essenciais para evitar a pele seca no inverno.

Nem bem chegou o inverno por aqui e já estou sofrendo muito com a pele seca. Isso porque embora ame o frio, ele é o grande responsável por sensibilizar, desidratar e enfraquecer a pele. Mas o que exatamente causa ressecamento (principalmente nas mãos e rosto) e como fazer para evitar ou tratar?

Abaixo segue um pequeno guia com dicas e soluções para quem também está sofrendo com o frio e ainda não sabe exatamente como cuidar da pele seca no inverno, com informações coletadas com quem convive com temperaturas baixas desde sempre: as europeias!

Dicas e truques para identificar, evitar ou tratar a pele seca no inverno

1 – Sinais da pele seca no inverno

Como saber se você tem a pele seca? É possível descobrir observando uma camada fina e branca morta, que permanece na superfície da pele. Ao toque, você sente que está mais áspero. No rosto, pode aparecer também alguma vermelhidão. Também é possível ter feridas ou começar a descascar. No corpo, certas áreas como os cotovelos ou joelhos tendem a ter uma aparência granulada. Em termos de sensações, a pele fica tensa e com coceira.

2 – Pele seca no inverno pode estar relacionado com a má circulação

Com a temperatura na rua baixa, ocorre um fenômeno de vasoconstrição, ou seja, estreitamento dos vasos sanguíneos. “O frio força o corpo, que deve estar sempre na mesma temperatura, a se aquecer. E isso em detrimento da pele ”, explica a Dra. Elisabeth Berrissoul, cofundadora e dermatologista da Epiderm

3 – Cuidados para evitar e tratar pele ressecada pelo frio

São as condições externas e o frio as primeiras causas do ressecamento da pele. A Dra. Elisabeth Berrissoul nos dá alguns conselhos para se proteger da pele seca durante o inverno. 

a) A pele necessita de nutrientes essenciais para proteger e regenerar sua estrutura. Certas vitaminas e minerais contribuem para o funcionamento normal da pele, como vitamina A e C e iodo, por exemplo. Portanto, certifique-se de consumir frutas da estação em quantidade suficiente, como toranja, laranja, limão, kiwi e tangerina. Se necessário, certos suplementos alimentares podem ajudá-lo a repor as suas reservas de vitaminas, mas também de minerais! Aumente o consumo de vitamina A, encontrada na manteiga, nos ovos e na carne. Também do ômega-3 e 6, presentes em nozes, amêndoas, avelãs;

b) Lembre-se de beber água regularmente e reduzir o consumo de café, álcool e tabaco, que colaboram com a desidratação do corpo. Beber bastante água ao longo do dia é fundamental para prevenir o ressecamento da pele. Quando o tempo está mais frio, você certamente sente menos sede, ou pelo menos com menos frequência. No entanto, mesmo no inverno, seu corpo precisa de pelo menos 1,5 litro de água por dia para hidratar a pele e funcionar de maneira ideal;

c) Evite superaquecer sua casa ou escritório, pois a pele teme mudanças de temperatura. Em casa, limite a temperatura a 20 ° C e umidifique o ar para evitar grandes diferenças entre o interior e o exterior;

d) Use roupas bem quentes para proteger a pele. Certifique-se de usar roupas que sejam quentes o suficiente e forneçam cobertura suficiente para proteger a pele do rosto, mas também das mãos e orelhas, contra o mau tempo;

e) Lábios, mãos, pés e olhos devem estar bem protegidos do frio, especialmente se você estiver indo para regiões montanhosas. Use óculos escuros, luvas, meias de lã e protetor labial com FPS;

f) O creme hidratante é obrigatório no inverno, principalmente para quem tem a pele particularmente seca. No mínimo, aplique um creme de dia no rosto de manhã, para proteger a pele das agressões externas, e um creme de noite antes de dormir, para promover a regeneração da pele e assim combater o envelhecimento cutâneo. No rosto, use cremes com textura mais rica e hidratante. Evite esfoliações (não mais que uma vez por semana no caso de pele oleosa, e a cada 15 dias no caso de pele normal a seca). Aumente a frequência das máscaras hidratantes (duas vezes por semana);

g) Evite banhos muito quentes e longos. Como a transpiração é menor no frio, a pene já fica naturalmente mais ressecada e banhos “fervendo” e demorados contribuem para piorar ainda mais esse quadro, já que retiram o manto hidrolipídico, hidratante produzido pelo corpo que se deposita sobre superfície cutânea e atua como uma camada protetora.

— — —

Dicas de produtos para pele seca

Já recomendei por aqui o Cicaplast Baume B5 para tratar da pele seca no frio, mas abaixo seguem mais alguns produtos que costumo usar em momentos críticos:

Mas e aí, me conta: tem algum truque especial para proteger sua pele da ação do frio?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.