Cronista da vida, das coisas e do mundo. Lifestyle, um pouco de tudo.

Geral

Eras tu (versos de amor e outras histórias)

Eras tu a cavalgar comigo nas estepes da Mongólia, a dividir o mesmo vento gelado no rosto

Eras tu quem eu esperava voltar cansado das batalhas que tivemos para proteger nossa tribo de bárbaros, enquanto abrigava nosso filho em meus braços

Também eras tu a rezar ao meu lado em um mosteiro na Itália, pedindo pelo fim da escuridão do mundo

Era por ti que eu esperava nas noites de bailes e festas na virada do século, e cujo sorriso bastava para encher minha alma de luz

Também era no teu colo que eu repousava para ouvir romances de capa e espada, mesmo antes de tirar teu uniforme verde com insígnias e medalhas do exército britânico

Mas mesmo que não acredites em reencarnação, sabes bem que eras e continua sendo tu o grande amor que tenho nesta e em outras vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.